Parada da Pipa - Pousada em Canela Serra Gaúcha RS

Aqui na Pousada Parada da Pipa Chalés na Serra Gaúcha nossos chalés em pipa de vinho são batizados com o nome de uvas.

Abaixo algumas curiosidades sobre as Uvas que dão o nome dos nossos charmosos chalés, venha viver essa experiência única aqui em Canela e se hospede em um chalé confortável e decorado dentro de uma Pipa de Vinho!

 

Sobre as Uvas:

UVA MERLOT

O Chalé recebe esse nome pois foi o último vinho que ele fez guarda

 

Os vinhos do tipo Merlot são os preferidos de quem quer trazer elegância à degustação. 
Suas Principais caracterìsticas são a suavidade e a longevidade variada - ou seja, podem ser de igual qualidade tanto jovens, quanto envelhecidos.

As uvas desse tipo são facilmente reconhecidas por uma aparência de veludo azulado e também por bagos grandes. Esse último aspecto é o que faz com que os vinhos tenham taninos médios, muito apreciados pelos enólogos.

Elas são cultivadas em países com características climáticas diferentes,sendo o resultado disso certamente percebido em seus vinhos.
Quando produzidos em regiões quentes, eles são bastante frutados e com menos taninos, podendo ter mais estrutura se forem envelhecidos em carvalho.

De maneira geral, são bebidas de textura macia e doçura característica.
Seus aromas mais comuns são de frutas vermelhas e mediterrâneas - como cereja e o figo - sendo também notadas as presenças de morango, framboesa, ameixa, amora e groselha.
È possível encontrar rótulos com tons florais de rosas e violetas, assim como alguns amadeirados - como carvalho e cedro - que podem apresentar aromas de cacau, tabaco, baunilha, fumaça, ervas e especiarias.

As variações aromáticas são diversas. Por isso, a Merlot pode originar tanto varietais como vinhos de corte, compondo a complexidade de uma bebida de sensações superiores.

FIQUE HOSPEDADO NO CHALÉ DE PIPA MERLOT >> Chalé Mertot

UVA TANNAT 

O Chalé recebe esse nome pois foi o último vinho que ele fez guarda

 

As uvas Tannat são francesas, mas foram adotadas pelas vinícolas uruguaias que, atualmente, apresentam excelentes rótulos dessa casta. No Brasil, são produzidas com excelência nas regiões da Serra Gaúcha e Campanha Gaúcha, que não deixam a desejar em nenhum aspecto.

Apesar de serem da mesma espécie de planta, os vinhos produzidos com a Tannat na França são bastante distintos dos nossos exemplares sul-americanos.

isso se dá por causa das temperaturas das chuvas, mais baixas e mais itensas, respectivamente, no Urugai e no Brasil. O resultado são vinhos mais frescos e finos vindos das terras latinas.

Seu nome já indica uma de suas características mais marcantes: a presença de taninos itensos. Por esse motivo , no passado, ela foi uma casta bastante desprezada para a produção de vinhos varietais. Foi dai que surgiu a tradição de adicioná-la como um elemento importante das bebidas de corte.

Mas, a verdade é que as Tannat são uvas que envelhecem bem. Quando tratadas com carinho, nas barricas corretas e com o tempo necessário, se tornam vinhos excelentes e afloram suas melhores qualidades.

Sua bebida é extremamente saborosa, redonda, volumosa e com um retrogosto bastante agradável. É apresentada em um tom vermelhoescuro, com aromas de morango, ameixa, baunilha e geléia de framboesa.

Todas essas características tornam os vinhos da uva Tannat excelentes acompanhamentos para comidas gordurosas  ideaisnpara serem harmonizados com churrascos, carnes assadas, ovelhas e outros pratos condimentados.

FIQUE HOSPEDADO NO CHALÉ DE PIPA TANNAT >> Chalé Tannat

UVA BORDÔ

O Chalé recebe esse nome pois foi o último vinho que ele fez guarda

 

Bastante comum em sucos e vinhos de mesa, a uva bordô tem muitas características peculiares, oferece benefícios para a saúde e reserva muitas possibilidades para serem utilizadas.

Essa uva é de origem norte-americana, mais especificamente em Ohio, nos Estados Unidos. Pertence à familia vitis americana, também conhecida como vitis labrusca.
Hoje ela é cultivada em todo o Brasil, sendo uma das variedades de uvas mais importantes dentre as cultivadas no Rio Grande do Sul e na região Nordeste.

O principal fator responsável pela sua expansão é sua fácil adaptação a diversas condições climáticas. Além disso, tem boa produtividade e resitência natural a algumas doenças que assolam a viticultura, o que a torna fácil de ser cultivada.

A uva bordô possui cor vívida e intensa, em tons de violeta. Seu gosto também é forte apresentando inclusive uma sensação de amargor na boca.

Graças ao seu sabor amargo e intenso, é bastante incomum o consumo in natura, motivo pelo qual é difícil encontrá-la em feiras e mercados.

Sua utilização aqui no país está mais relacionada à produção de sucos e vinhos de mesa. Mas por causa de seus benefícios, estuda-se a possibilidade de ampliar os seus campos de utilização.

FIQUE HOSPEDADO NO CHALÉ DE PIPA BORDÔ >> Chalé Bordô

UVA MALBEC

O Chalé recebe esse nome pois foi o último vinho que ele fez guarda

  

A história das uvas Malbec é parecida com a das Tannat.
Isso porque elas também são francesas, mas produzidas na Argentina com excelência. Na realidade, os portenhos são responsáveis por mais da metade da produção de vinhos desse tipo em todo mundo.

Graças a união do clima, da geografia e das características singulares do solo argentino, esse se tornou o vinho assinatura dos nossos vizinhos. A variação brusca de temperatura ao longo de um único dia - muito quente durante a manhã e bastante frio durante a noite - é ideal para que as uvas cresçam e amadureçam no tempo correto. O resultado dessa combinação são bebidas com taninos maduros e bastante arredondados.

Sua textura aveludada também é um ponto que merece destaque, assim como o sabor intenso e os aromas que trazem tons de ameixas, figos e cerejas. Também é possível notar traços de baunilha, café, tabaco e cacau em alguns exemplares.
Se envelhecido em barris de carvalho, sua estrutura agrega ainda mais força e prazer ao paladar. Nesses casos, podem surgir também aromas de couro e notas torradas adicionais a bebida.

Sua coloração é tinta e intensa, com tons entre o vermelho e o violeta escuro - embora existam exemplares de rosés e até de espumantes feitos a partir das uvas Malbec. Por esse motivo, a harmonização é bastante ampla, indo desde carnes vermelhas com temperos marcantes até receitas leves e refrescantes, com vegetais e ervas.

FIQUE HOSPEDADO NO CHALÉ DE PIPA MALBEC >> Chalé Malbec